Blog Na Grade do MMA

Dana diz que revelação do UFC enfrentaria amigo GSP assim que visse sua conta bancária

Jorge Corrêa

Aos 22 anos, o canadense Rory MacDonald é apontado como um dos principais nomes no futuro da categoria peso meio-médio do UFC, mas para chegar ao topo – ser campeão do peso – ele tem um grande obstáculo, o campeão Georges St-Pierre, mas não apenas pela grande técnica do lutador.

>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA
>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

MacDonald é colega de treino de GSP no Canadá e tanto um quanto o outro já disseram que se recusam a se enfrentar. Mas essa não é a opinião do presidente do UFC, Dana White, que sempre se irrita quando lutadores se negam a lutar com amigos ou companheiros de time.

Questionado sobre a chance de os dois se enfrentarem, Dana provocou MacDonald, que tinha acabado de vencer Che Mills no UFC 145 no último sábado. “Eu garanto que se o Rory olhar a conta bancária do St-Pierre, vai querer vencê-lo na hora”, afirmou.

Mas MacDonald preferiu não responder o chefão do UFC e manteve sua posição sobre esse possível confronto. “Eu e Georges somos parceiros de time e amigos. Não vamos chegar ao ponto de Jon Jones e Rashad Evans. Entendo que as pessoas gostem de ver dramas, mas não vou dar isso a elas. Espero que quando eu subir no ranking da categoria, ele já tenha se aposentado.”

“Sempre vem com essa história, com esse tipo de conversa um milhão de vezes. Por que vocês fazem isso? Vocês querem ser campeões!”, seguiu o irritado Dana White. “GSP é um ídolo, um cara que todos amam e que faz muito dinheiro. E é tudo isso que Rory quer.”