Blog Na Grade do MMA

Junior Cigano e Frank Mir apontam os caminhos para levarem o cinturão dos pesados do UFC

Jorge Corrêa

Não há como negar que a disputa do cinturão dos pesados no UFC 146, neste sábado, terá o confronto de duas escolas bem diferentes. De um lado está o campeão Junior Cigano, um dos maiores nocauteadores do evento. Do outro, o desafiante Frank Mir tem o recorde de finalizações da categoria no Ultimate.

>> Confira a cobertura completa do UFC 146
>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA

>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

Mas seria muito fácil analisar a essa luta apenas nesse sentido. Então fiz uma coletânea do que os dois já falaram sobre esse combate. Coloquei na boca deles qual será a estratégia e o que eles esperam fazer ou encontrar no octógono. Vamos ver então qual foi o caminho que cada um encontrou para sair campeão.

O que Júnior Cigano falou

*Ele não é homem, ele desiste do golpe no meio do movimento.

*Sua principal força é no jogo de chão, seu jiu-jitsu é muito bom. O jiu-jitsu é o caminho fácil para ele na luta. Mas ele não tem velocidade para me pôr par baixo. Sou mais rápido e posso acertá-lo se ele se aproximar para tentar isso.

*O boxe dele é apenas OK. Sua única vantagem é ser canhoto.

*Sempre que ele está em uma situação ruim na luta, sua coragem foge.

*Eu vou dominar a luta e colocar a minha estratégia. Ele vai se cansar e então vou nocauteá-lo.  Ele vai tentar me colocar para baixo e eu vou nocauteá-lo dessa forma.

*Ele é um adversário duro, mas não ligo para isso. Ninguém vai tirar esse cinturão de mim.

*Ele gosta de falar muito e muito do que ele diz, me parece estupidez. Sei que ele faz isso para promover a luta, mas tem coisas que não são legais de ouvir. Ele não me conhece pessoalmente, e nem eu o conheço. Então ele poderia falar menos. Mas isso, para mim, demonstra falta de confiança.

O que Frank Mir falou

*Sou maior, mais rápido e mais forte que ele.

*Penso que está luta será um interessante jogo de gato e rato com Júnior, porque ele tentará evitar o jogo que quero impor e vice-versa

*Claro que ele não fez sua carreira lutando no chão. Ele foge mais que tudo da luta no chão. Se ele realmente fosse bom nisso, não fugiria desse jeito. Ele foge como se fosse veneno.  Ou ele não é tão bom no chão, ou ele se sente realmente bem lutando em pé.

*Eu vou para trocar com ele, provavelmente muito mais do que outros caras já tentaram. Tenho uma boa defesa de golpes e vou usar isso para contra-atacá-lo

*Se eu entrar no seu ritmo de boxe, fica mais fácil para eu atacá-lo e tentar colocá-lo no chão. Ninguém espera que o rival vá para suas pernas se você estiver o golpeando.

*Ele é um cara que apenas golpeia e corre, golpeia e foge.

*Não vou metido, vou apenas autoconfiante. Eu tenho essa autoconfiança porque já enfrentei e venci caras que me fazem ser assim. Quando eles pensam que são maiores do que realmente são, eu tenho confiança do que eu sou e posso fazer.