Blog Na Grade do MMA

Mulher de Mir revela nervosismo com lutas e que proximidade dos filhos empurra rival de Cigano

Jorge Corrêa

Direto de Las Vegas

Com 11 anos lutando no UFC, Frank Mir era um dos mais compenetrados durante o treino aberto para a edição 146, que acontece neste sábado. Mas enquanto ele treinava e dava entrevistas para a imprensa do mundo inteiro, sua esposa Jennifer ficava ali ao lado, o tempo todo, quase escondida, mas acompanhando tudo que seu marido fazia.

>> Confira a cobertura completa do UFC 146
>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA

>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

Companheira do rival de Junior Cigano em toda sua preparação, ela também estava ali sem chamar muita atenção, mas parou para conversar com o blog sobre essa relação que tem com o trabalho de Frank Mir.

Jennifer contou que, apesar de estar ao lado dele durante todo o treinamento, não consegue mais ver suas lutas próxima do octógono por conta do nervosismo. “Eu assisto às lutas do vestiário, não consigo ver mais nenhuma dali perto depois da primeira contra o Brock Lesnar em 2008 [quando Mir venceu com uma chave de tornozelo]. Fico muito nervosa, não consigo mais, de forma alguma.''

“Mesmo no vestiário eu fico assistindo andando de um lado para o outro, olho um pouco, fecho meu olho, volto a andar. É assim que consigo ver'', completou.

Durante o programa oficial do UFC que apresenta as principais lutas, Mir mostrou que seus três filhos sempre estão próximos e Jennifer explicou o motivo. “É muito importante para ele estamos perto, ele que pede e ele quer assim. Frank diz que tira forças da família, que ele treina melhor e que ele não vai querer nunca passar vergonha na frente dos filhos. Para eles é normal ver o pai lutando, já faz parte de suas vidas.''

O blog também aproveitou esse momento do treino aberto para bater um papo com o pai e um dos treinadores de Frank Mir, que tem o mesmo nome do filho.

Frank Mir II – o lutador é III – explicou sua preocupação com Junior Cigano durante a preparação. Para ele, o talento do brasileiro pode lhe causar problemas. “O que mudamos para essa luta foi prepará-lo para um cara muito rápido e que tem mãos muito fortes. Cigano é o cara mais talentoso que o Frank já enfrentou e o cara mais rápido de todas as disputas de cinturão que ele teve.''

Quando questionado sobre o nervosismo de estar ali ao lado do filho em todos os combates, não titubeou para responder. “Claro que fico muito nervoso sendo pai dele e estando ali no córner, mas posso te garantir: é muito pior quando não estou perto.''