Blog Na Grade do MMA

Uma surra em números: Cigano aplica mais que o dobro de golpes que Mir e tem 65% de acerto

Jorge Corrêa

Poucos são os lutadores campeões do UFC que ganharam uma aura de imbatíveis durante os anos. Anderson Silva e José Aldo são dois deles na atualidade, mas pela apresentação do último fim de semana, o nome de Junior Cigano em breve pode ser acrescido a essa lista.

>> Confira a cobertura completa do UFC 146
>> Siga o blog no Twitter: 
@NaGradedoMMA
>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

Ao manter o cinturão dos pesados no UFC 146, o brasileiro deu uma verdadeira surra no norte-americano Frank Mir, como o próprio assumiu após o combate. Então para encerrar esse capítulo da história do MMA brasileiro, vou contar como foi essa vitória em números, que explicitam o tamanho desse atropelamento de Cigano.

Cigano precisou de 8min04 para nocautear Frank Mir. Assim como tinha prometido antes do combate, cansou seu rival no primeiro round para sacramentar a vitória no período seguinte.

Primeiro vamos aos números totais. O brasileiro aplicou mais que o dobro de golpes que seu norte-americano. Cigano tentou atingir Mir em 97 oportunidades, acertando 62 deles. Do outro lado, Mir fez apenas 37 tentativas e acertou 17.

Em golpes significativos, a surra de Junior é ainda maior. Ele agrediu Frank com 58 bons ataques, um aproveitamento de 65% dos tentados. Já Mir conseguiu golpear o brasileiro com contundência em somente 17 oportunidades. O americano ainda tentou quatro vezes pôr o brasileiro no chão, mas não conseguiu nenhuma vez.


LEIA MAIS SOBRE O UFC 146

>> Mãos pesadas causam estragos; veja o antes e depois de Mir, Pezão e Rosario
 >> Com show e sem provocar, Cigano se firma como “bonzinho” e campeão queridinho
>> Brasileiros invadem Vegas para apoiar Cigano e Dana prevê torcida maluca no UFC 148
>> Cigano cumpre promessa e nocauteia em sua primeira defesa de cinturão

>> Disputa de cinturão vira Brasil x EUA e Cigano estraga feriadão de americanos