Blog Na Grade do MMA

Charles do Bronx leva susto, mas bate muito em rival e finaliza americano em evento final do TUF

Jorge Corrêa

Quem vê um combate atual de Charles do Bronx de cara deve imaginar que ele é um lutador originário do muay thai, pela sua técnica de luta em pé, mas o atleta da Baixada Santista, em São Paulo, mostrou nesta sexta-feira que ele é mesmo do jiu-jitsu.

>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA
>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

Depois de bater bastante no adversário, mas levar alguns susto no segundou round, Charles Oliveira conseguiu uma bela finalização com uma guilhotina não muito ortodoxa sobre Jonathan Brookins no evento que marcou a final da atual edição do reality show The Ultimate Fighter dos Estados Unidos.

O brasileiro chegou mostrando que estava pronto para dominar o combate, apostando nos chutes baixos e no boxe clássico, com sequências de jabs e diretos. Em pelo menos dois cruzados no primeiro round Charles conseguiu balançar seu adversário.

O período seguinte começou mais equilibrado, com Brookins aproveitando erros na guarda de Oliveira para acertar bons golpes, que fizeram o nariz do brasileiro sangrar bastante. Charles ainda arriscou um chute à la Karate Kid (ou Lyoto Machida), que passou muito perto.

Mas depois de uma tentativa de joelhada, o americano “clinchou'' Charles, mas teve seu pescoço pego. Foi questão de tempo para Do Bronx pôr Brookins para baixo e confirmar a finalização.

Essa foi a segunda vitória de Charles lutando na categoria peso pena. Depois de um bom início no UFC pelos leves, ele passou por uma má fase e decidiu descer de peso. Agora, com sua segunda finalização entre os penas, se coloca no caminho do campeão José Aldo.

>> Brasileiro Cristiano Marcello não impõe seu jogo e é nocauteado no TUF Finale

Card principal
Justin Lawrence nocauteou John Cofer a 0min19 do 3o. round
Max Holloway venceu Pat Schilling por pontos em decisão unânime dos juízes
Charles do Bronx finalizou Jonathan Brookins com uma guilhotina a 2min42 do 2o. round
Michael Chiesa finalizou Al Iaquinta com um mata-leão a 2min42 do 1o. round
Martin Kampmann nocauteou Jake Ellenberger a 1min40 do 2o. round

Card preliminar
Erik Perez finalizou John Albert com uma chave de braço a 4min18 do 1o. round
Joe Proctor nocauteou Jeremy Larsen a 1min59 do 1o. round
Sam Sicilia nocauteou Cristiano Marcello a 2min53 do 2o. round
Myles Jury finalizou Chris Saunders com uma guilhotina a 3min05 do 1o. round
Daron Cruickshank venceu Chris Tickle por pontos em decisão unânime dos juízes