Blog Na Grade do MMA

Cansaço de Shogun em vitória expõe racha com irmão e põe mais uma vez em dúvida preparação

Jorge Corrêa

(Dica do parceiro Maurício Dehò)

Ex-campeão do Pride e ex-campeão do UFC, Maurício Shogun desperdiçou mais uma chance de disputar o cinturão do Ultimate. Dana White tinha avisado: quem tivesse a melhor vitória, ganharia a vaga na disputa pelo título dos meio-pesados. Apesar de ter nocauteado Brandon Vera, o curitibano ficou nitidamente cansado com pouco tempo de combate, e o title-shot foi dado a Lyoto Machida, que venceu Ryan Bader no último sábado, também por nocaute.

>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA
>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

Mas além de ter perdido essa chance, a atuação de Shogun expôs o racha com seu irmão e também lutador de MMA, Murilo Ninja. Primogênito da família, Ninja foi o responsável pela entrada de Maurício no mundo das lutas e desde então sempre esteve em seu córner. Só que pela primeira vez, nessa luta contra Vera, ele não estava lá, o que intrigou os fãs de MMA mais atentos.

Assim que a luta acabou, Murilo deu uma rápida explicação em sua página no Twitter sobre o motivo da ausência: “Galera, eu não estive com o Mauricio nessa luta porque tenho um problema com o Dida. Não concordo com o córner e os treinos dele.'' Mas em conversa com o blog, Ninja deu mais detalhes e mostrou que esse racha é mais sério que essa simples ausência.

“Eu não fui porque tive mesmo um problema com o Dida na última luta do Maurício [contra Dan Henderson, no final do ano passado]. Ele chegou para mim e falou que eu não ficaria treinando com meu irmão, então achei melhor seguir meu caminho. Agora eu sou só irmão dele, não faço mais nenhum tipo de treino com ele.''

“Não gostei de como ele estava comandando a preparação do Maurício para a luta contra o Dan Henderson. Eu posso errar, mas sou irmão dele e estou desde sempre com ele. Não estava gostando das coisas que ele falava e fazia. Mas agora já estou treinando em outra academia, feliz, e seguindo meu caminho, em busca de outras conquistas e oportunidades.''

A parceria entre Ninja e Shogun, além de familiar, vem desde os tempos da equipe Chute Boxe e do Pride, quando Maurício despontou como um dos maiores fenômenos do MMA no início dos anos 2000. Depois de saírem da academia curitibana, fundaram seu seu próprio time, a Universidade da Luta (UDL), na capital paranaense, onde agora Murilo não trabalha mais.

E não foi apenas o irmão que colocou em xeque a preparação de Shogun, que já era questionada desde a derrota para Dan Henderson. O empresário do lutador, Júlio Eller, em conversa com os amigos da Tatame, também questionou o trabalho que vem sendo feito.

“Óbvio que nem o Shogun nem a equipe ficaram contentes com a parte de gás, isso é algo que tem de ser melhorado. Vamos conversar sobre isso lá em Curitiba. Vamos agora tentar identificar o que houve. Ele disse que não tinha ficado satisfeito com a parte do gás e é uma coisa que vai ter de ser melhorada.''

LEIA MAIS SOBRE A LUTA DE SHOGUN
>> Dana diz que Lyoto mostrou mais vontade de disputar cinturão
>> Lyoto nocauteia Bader e fica com vaga na luta pelo título do UFC


*****