Blog Na Grade do MMA

GSP foca luta contra Carlos Condit, mas não tira Anderson da cabeça: “Claro que posso enfrentá-lo”

Jorge Corrêa

Recuperado de uma séria lesão no joelho que o afastou do UFC por mais de um ano e meio, o canadense Georges St-Pierre já está se preparando para tentar unificar seu cinturão dos meio-médios contra o interino de Carlos Condit, em novembro. Mesmo assim, ele não consegue tirar da cabeça uma possível luta contra Anderson Silva. Luta não, superluta.

>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA
>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

Em entrevista ao site MMA Fighting, o dono do título da categoria disse que pode SIM fazer a luta com o brasileiro, mas que não está pensando nisso agora.

“Claro que essa luta pode acontecer, mas ela está muito à frente para mim. Nesse momento, não posso nem pensar nisso. Meu foco nesse momento é melhorar da lesão e depois me preparar para lutar, para ganhar minha luta. Preciso pensar em uma coisa de cada vez.''

Agora, para GSP, seu único foco é o confronto contra o campeão interino no UFC 154. “Eu sempre estou interessado em enfrentar quem colocarem pela frente, pois não tenho medo de ninguém. Quero sempre fazer minha melhor luta. Fiquei muito tempo parado e primeiro na minha frente será Carlos Condit. Foi ele me deram, então vai ser ele que vou enfrentar.''

Para o canadense, a única maneira de essa superluta não acontecer é se Anderson Silva enfrentar Chris Weidman e perder esse combate. Mas nem ele próprio acredita muito nisso.

“Nunca se sabe o que vai acontecer, o que pode mudar. Tem muitas grandes lutas vindo por aí. Vi um treino do Chris Weidman e ele está em um nível diferente, pode ser campeão do UFC se enfrentar o Anderson antes de mim. Então nossa luta não está garantida. Se tudo correr como o previsto, é possível que um dia ela aconteça. Mas antes, vou pensar no Condit.''
*****