Blog Na Grade do MMA

Brasil pode ter oito campeões do UFC em 2017. Veja quem tem mais chance

Jorge Corrêa


A Era de Ouro do Brasil no UFC pode ser retomada nesta temporada. Na verdade, o ano de 2017 pode dar ao país um número recorde de cinturões. Os lutadores brasileiros – que já detiveram 4 títulos simultaneamente nos idos do ano de 2012 – podem ser donos de oito dos 11 ouros.

Vou então listar abaixo quais são as categorias que o Brasil pode ter – ou já tem – campeões neste ano e quem são os atletas com mais chance.

Peso palha feminino (até 52kg) – Jéssica Andrade já foi anunciada como próxima desafiante da campeã Joanna Jędrzejczyk. Apesar de sua boa fase na nova categoria, a paranaense terá vida muito dura contra a polonesa. Precisará ter a melhor atuação de sua vida para sagrar-se campeã. ATUALIZAÇÃO: A polonesa anunciou que a luta entre as duas vai acontecer no UFC 211, em 13 de maio.

Peso galo feminino (Até 61kg) – Amanda Nunes tem tudo para se manter como campeã do peso por muito tempo. Sua próxima luta será contra Valentina Shevchenko, a quem já venceu no UFC.

Peso pena feminino (até 66kg) – Cris Cyborg dificilmente precisará de mais de um round para tomar o cinturão inaugural das mãos de Germaine de Randamie. Dana White já avisou que a brasileira é a próxima desafiante, mas a holandesa está claramente fugindo do combate e vem falando em conceder revanche para Holly Holm.

Peso mosca (até 57kg) – Wilson Reis já foi convocado para uma disputa de cinturão, que acabou caindo por conta de uma lesão de Demetrious Johnson. Mas agora, o campeão está absolutamente sem adversários na categoria e o brasileiro deve ser chamado para o title shot. Será complicado para Wilson, que terá pela frente o campeão mais dominante do UFC na atualidade.

Peso pena (até 66kg) – José Aldo retomou o cinturão que foi seu por muitos anos e agora o colocará em jogo contra o campeão interino Max Holloway no UFC Rio, em junho. Não deve ter problemas para mantê-lo e depois pensar em caçar seu algoz Conor McGregor na categoria de cima.

Peso meio-médio (até 77kg) – Demian Maia está apenas esperando sentado pelo vencedor da disputa de cinturão entre Tyron Woodley e Stephen Thompson, no UFC 209. O brasileiro já foi confirmado como próximo desafiante e, se mantiver a técnica de chão de suas últimas lutas, tem condições de vencer qualquer um dos dois e se tornar campeão do Ultimate.

Peso médio (até 84kg) – Ronaldo Jacaré tem apenas que ver quando o campeão Michael Bisping vai sair de cima do muro e colocar o cinturão em jogo. A questão é apenas quando o brasileiro terá sua chance, mas não deve passar desse ano, já que o inglês fala em enfrentar Yoel Romero e até GSP antes de dar a chance para Jacaré.

Peso pesado (até 120kg) – Junior Cigano disputará o cinturão que já foi seu em maio, contra o campeão Stipe Miocic, com o retrospecto de já ter vencido o norte-americano em 2014. Entra no octógono com boas chances de retomar o título. E o Brasil pode ter mais uma chance ainda em 2017 na categoria, se Fabrício Werdum vencer Bem Rothwell neste mesmo card.