Na Grade do MMA

Uma nova era: opção de Mousasi pelo Bellator aumenta alerta no UFC; entenda

UOL Esporte

10/07/2017 17h29

Mousasi publicou imagem assinando contrato com Bellator | Reprodução/Facebook

Por Guilherme Dorini

Mais um passo foi dado rumo ao fim do monopólio do UFC no MMA. É verdade que isto ainda está muito distante de acontecer, mas a revelação de Gegard Mousasi, nesta segunda-feira (10), de que trocou a organização comandada por Dana White pelo Bellator, foi algo grande, que deve aumentar o sinal de alerta no Ultimate.

Mas Mousasi era um superastro do UFC? Não, mas é a primeira vez que alguém muito bem ranqueado na organização, na iminência de disputar um cinturão, abre mão desta oportunidade para trilhar outros caminhos. Em quatro anos sob contrato do Ultimate, o iraniano naturalizado holandês entrou no octógono 12 vezes, sendo apenas três derrotas e nove vitórias, as últimas cinco de maneira seguida, batendo nomes como Chris Weidman e Vitor Belfort.

Outros lutadores importantes já haviam feito o caminho agora confirmado por Mousasi (e ligado o sinal de alerta), como Ryan Bader, Phil Davis, Benson Henderson e Rory MacDonald, mas todos em situações diferentes. Bader e Davis já haviam atingido seus respectivos ápices nos meio-pesados do UFC, assim como Bendo, ex-campeão dos leves, mas que vivia uma fase irregular na organização, alternando vitórias e derrotas.

Crédito: Divulgação/Bellator

Por último, MacDonald, apesar de ainda ser um top três dos meio-médios, ter um potencial grande de crescimento e atingir um público importate para o UFC (Canadá), já havia lutado pelo cinturão da categoria, sem sucesso, assim como por uma nova oportunidade contra Stephen Thompson.

Mousasi fazia parte dos pesos-médios (até 84 kg) do UFC, considerada uma das mais disputadas (e confusas) da organização. O campeão é Michael Bisping, que fez apenas uma defesa de cinturão e não sobe ao octógono desde outubro do ano passado. Abaixo dele, estão Yoel Romero, Luke Rockhold e Robert Whittaker, que neste fim de semana venceu o cubano e conquistou o título interino, se credenciando para uma luta com o inglês. Mousasi, como número quatro do ranking, teria que fazer apenas mais uma luta para ter sua chance.

NOVA ERA?

Mas por que essa decisão deve ligar um alerta em Dana White? A escolha de Mousasi serve para mostrar aos lutadores que há vida longe do UFC. Antes intocável, a organização parece já não ser mais unanimidade entre os atletas, que começam tomar coragem para estudarem propostas de eventos rivais (leia-se Bellator, apenas) e, quem sabe, optarem por outro caminho.

Crédito: Reprodução/Facebook

Além dos lutadores já citados, alguns figurões ajudam nesta decisão, como Wanderlei Silva, Chael Sonnen, Tito Ortiz, Quinton Rampage Jackson, Matt Mitrione e Fedor Emilianenko – todos no plantel do Bellator, que ainda conta com Royce Gracie, primeiro campeão do UFC, como grande embaixador.

A organização comandada por Scott Coker, ex-presidente do Strikeforce, promete pagamentos semelhantes aos atletas, além de liberar a utilização de patrocinadores pessoais durante a semana da luta – o que hoje é proibido pelo Ultimate por conta do acordo milionário com a Reebok. A produção do evento também não deixa a desejar e vem sendo constantemente elogiada por lutadores e entendedores do assunto.

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Blog Na Grade do MMA
Topo