Blog Na Grade do MMA

Passagem de Chael Sonnen pelo Rio teve 7 seguranças e ida de helicóptero para hotel

Jorge Corrêa

Muito se falou sobre os possíveis riscos que Chael Sonnen correria ao vir para o Brasil depois de tudo que falou dos lutadores do país e dos próprios brasileiros. Até por isso, Dana White não quis dar chance ao azar e fez um esquema de guerra para a passagem do norte-americano pelo Rio de Janeiro na última terça-feira.

>> Siga o blog no Twitter: @NaGradedoMMA
>> Leia todas as notícias de lutas no UOL Esporte

De volta aos Estados Unidos, o presidente do UFC Dana White conversou com o jornal The Orange County Register e explicou como foi essa breve estadia de Sonnen no Brasil. Ele contou com muitos homens fazendo a escolta e grande isolamento durante o caminho.

O dirigente também reclamou a hostilidade de alguns jornalistas com o lutador. Confira abaixo o relato de Dana White sobre como foi essa experiência.

“Tivemos nossa própria segurança. Eram sete caras conosco. Eles mapearam toda a nossa rota. Nós desembarcamos no aeroporto no Rio, um traslado nos levou até os helicópteros e os helicópteros nos deixaram no hotel.

Eu entrei pela porta da frente do hotel, mas colocamos Sonnen lá dentro por uma porta lateral e ficamos em uma sala de espera. Quando descemos para a sala de imprensa, tinha uma aglomeração e os jornalistas estavam bem agressivos com ele ali.

Na saída, ele foi pela porta lateral e eu pela porta da frente. Os helicópteros nos pegaram lá e nos levaram até o  avião. Eu queria apenas ter certeza de que o levaria até lá e o tiraria de lá em segurança.

Eu ainda estou recebendo mensagens ‘Você e o Sonnen saíram vivos do Brasil na noite passada? Não ouvi você depois disso’. Eu fiz Chael pegar um carro diferente do meu.”