Blog Na Grade do MMA

Cigano se surpreende com beleza de Miesha e corneta Cain por não vir ao Brasil

Jorge Corrêa


Na última sexta-feira, antes da pesagem do UFC Rio 4, tive a oportunidade de almoçar com Junior Cigano, que estava encerrando a turnê de divulgação de sua terceira luta contra Cain Velasquez, valendo o cinturão dos pesados. O combate acontece em outubro, na cidade norte-americana de Houston, no Texas.

O catarinense radicado em Salvador estava extenuado, já que no espaço de cinco dias ele esteve em San Francisco, Los Angeles, Nova York e Houston antes de ir para o Rio de Janeiro. Mas sem nunca perder o bom humor. Nesse papo descontraído, ele falou sobre os mais diversos temas, até mesmo sobre ter sido parado pela Polícia Federal no aeroporto.

Tirei os assuntos que ele já discorreu muito e publiquei aqui no blog, e ainda sobraram temas suculentos. Cigano contou que não aguentava mais olhar na cara de Cain, ficaram quase amigos, ficou surpreso com a beleza de Miesha Tate, que estava junto de Ronda Rousey nessa turnê, e sobre a chance de lutar no Brasil. Confira abaixo os melhores momentos.


Não aguentava mais encarar Cain

“Cara, foi uma semana encontrando ele todos os dias. No começo até fazíamos encaradas tensas, mas depois não tinha mais como. Imagina isso uma semana, mais de uma vez por dia? Teve um programa de TV que até caímos na gargalhada. Depois, para conseguir encarar sem rir, tinha de olhar para cima. Não podia mais olhar no olho dele.”

Cornetada por Cain não vir ao Brasil

“Era para ele ter vindo, mas falou alguma coisa com Dana White. Sei lá o que aconteceu. Achei meio absurdo, porque eu tive de fazer toda a viagem e vir para cá. Todo mundo teve de ir para todos os lugares. Sei que eu estou fazendo a minha parte e isso é o que importa.”

“O pessoal fala muita bobagem lá fora do Brasil, porque ninguém conhece. Não sei o que realmente aconteceu para ele desistir. Mas os mexicanos que estavam lá [em Houston], vinham falar comigo, pedir para tirar foto. Acho que seria a mesma coisa aqui com ele. Eu iria ao México, mas não agora. Preciso treinar.”

Cansaço das viagem e sem treinar no Corinthians

Eu estou acabado. Foram muitos dias e muitas viagem, fora do meu fuso horário. Não vou conseguir nem ir treinar no Corinthians porque não tem mais tempo. Vou direto para Salvador começar os treinos, que já estão atrasados.

Miesha Tate entre Jon Jones e Cigano

Miesha mais bela que Ronda

“Fiquei impressionado como a Miesha é linda. Mulherão mesmo. Não que é a Ronda não seja bonita, mas, digamos, que ela tem uma beleza mais comum. É bonitinha. Mas a Miesha é linda mesmo. Vocês já viram essa de perto? Na TV, achava normal, mas pessoalmente, Meu Deus! [Risos].”

Rivalidade entre Ronda e Miesha

“Cara, era muito sério. O Anderson e o Sonnen era de mentirinha. O Chael é um cara legal, todo mundo sabia disso, mas ele vendia muito bem. A Miesha é classuda, mulherão. Não reagiu, deu respostas conscientes e bem seguras. A Ronda não, só falando bobagem. A menina se levantou e ela já mostrou o dedo do eio. Na hora de se encarar, a Ronda já foi para cima…”

Vitor Belfort nos pesos pesados

“Ah, ele é um cara grande, muito forte, mas pode ser complicado. Ele falou que enfrentaria o [Daniel] Cormier e o [Stipe] Miocic? Caramba! São caras duros, acho que ele se complicaria. Mas o Vitor é muito bom, mas pode se complicar lutando com caras tão grandes.”

Ainda não lutou no UFC no Brasil

“Nunca pedi para fazer essa ou aquela luta aqui no Brasil, mas mais de uma vez já falei para eles que tenho vontade de lutar em casa. Pô, sou um dos poucos que ainda não lutei. Estive em todos os eventos do UFC aqui e a energia é incrível. Já pensou eu enfrentar o [Fabrício] Werdum em um estádio [Risos].”

Daniel Comier vai descer para os meio-pesados?

“Não vai. Sabe por quê? Porque eu vou ganhar do Cain [companheiro de time de Comier e com quem disse que nunca lutaria] e ele vai querer me enfrentar.

Júnior Cigano

Júnior Cigano

[tagalbum id="21218"]