Blog Na Grade do MMA

Arquivo : ricardo lamas

Um recado para José Aldo
Comentários Comente

Jorge Corrêa

José Aldo

José Aldo

[tagalbum id=”17241″]

E começa uma das semanas mais importantes para o Brasil dentro do UFC, a semana em que os dois últimos cinturões do país estarão em jogo com Renan Barão e José Aldo no UFC 169, no próximo sábado, em Newark.

No que depender de um dos desafiantes, pelo menos um desses títulos não voltam para cá. O norte-americano Ricardo Lamas está esbanjando confiança para tirar o cinturão dos penas de José Aldo. Em entrevista ao site Bleach Report, ele avisou: “Todo reinado tem o seu fim.”

  • 20071
  • true
  • http://esporte.uol.com.br/enquetes/2014/01/22/quem-vencera-a-disputa-do-cinturao-dos-penas-no-ufc-169.js

“Todo campeão uma hora cai. Isso vai acontecer cedo ou tarde, e eu quero ser o cara que fará isso. Essa é uma grande oportunidade. Muita gente não conhece quem eu sou nesse momento, mas depois dessa luta, muita gente vai falar de mim”, completou.

Ricardo Lamas não é dos mais famosos desafiantes por um cinturão do UFC, mas passa por grande fase, vindo de quatro vitórias consecutivas. Ele sabe que pouca gente pode conhecê-lo nesse momento, mas a luta contra José Aldo é o que ele precisa para ficar famoso.

“Não vejo nenhum grande buraco em seu jogo, ele é um lutador muito técnico e muito sólido. Mas ele comete erros como todo mundo. Vou expor esses erros e capitalizá-los a meu favor. Eu sempre vou muito em forma para minhas lutas e busco a vitória até o último segundo. Se eu vê-lo cansado, é aí que vou apertá-lo ainda mais.”
O evento ainda conta na luta principal com o brasileiro Renan Barão defendendo o cinturão dos galos contra Urijah Faber.

Card Principal
Renan Barão x Urijah Faber – Peso galo
José Aldo x Ricardo Lamas – Peso pena
Frank Mir x Alistair Overeem – Peso pesado
John Lineker x Ali Bagautinov – Peso mosca
Jamie Varner x Abel Trujillo – Peso leve
Card Preliminar
John Makdessi x Alan Nuguette – Peso leve
Chris Cariaso x Danny Martinez – Peso mosca
Nick Catone x Tom Watson – Peso médio
Al Iaquinta x Kevin Lee – Peso leve
Clint Hester x Andy Enz – Peso médio
Tony Martin x Rashid Magomedov – Peso leve
Neil Magny x Gasan Umalatov – Peso meio-médio


Aldo escolhe Lamas como próximo rival: “Chad não merece ainda”
Comentários Comente

Jorge Corrêa


Depois de vencer o Zumbi Coreano no UFC Rio 4 em agosto, José Aldo pediu para que Anthony Pettis, recém-empossado campeão dos leves do UFC, fosse seu próximo rival em uma defesa de cinturão dos penas, mas ele enfrentará TJ Grant em dezembro. Com isso, o brasileiro já escolheu um novo alvo.

  • 12366
  • true
  • http://esporte.uol.com.br/enquetes/2013/09/16/quem-deveria-ser-o-proximo-rival-de-jose-aldo-na-disputa-do-cinturao-dos-penas-do-ufc.js

Em entrevista para o site MMA Fighting, Aldo disse que quer Ricardo Lamas como seu próximo adversário na disputa do título até 66 kg, que é o norte-americano que merece essa chance. “Não sou quem decide isso, mas na minha cabeça, Ricardo Lamas é o próximo da fila. Ele já merece a sua chance. Se não for ele, acredito que Cub Swanson poderia ser a próxima opção.”

José Aldo até deu um conselho para Ricardo: não aceite nenhuma luta. O brasileiro ainda precisa se recuperar de uma lesão no pé antes de ter sua próxima defesa de cinturão marcada. Com isso, o UFC pode colocar Lamas para enfrentar Cub Swanson, outro bem na fila, antes de disputar o título.

“Se eu fosse o Lamas, não enfrentaria ninguém e apenas esperaria pela oportunidade [de disputar o cinturão]. Ele já deveria ter me enfrentado, mas o Pettis se meteu no meio. Ricardo tem de esperar, esse é o momento dele. Mas se eles decidirem fazer a revanche entre Lamas e Swanson para ver quem vai me enfrentar, por mim tudo bem também”, disse José Aldo.

O campeão dos penas ainda mandou um recado para Chad Mendes, que foi nocauteado por Aldo no UFC Rio 2. Para o brasileiro, o norte-americano ainda precisa lutar muito, apesar de ele ser o primeiro colocado na categoria no ranking oficial do Ultimate e vir de quatro vitórias consecutivas.

“Chad Mendes ainda está começando, ainda não enfrentou ninguém bem ranqueado, apenas caras que não eram tão bons. Ele vem de boas vitórias, mas não bateu caras bons. Acredito que os próximos tem de ser Ricardo Lamas e Cub Swanson.”


Mudança de peso, superluta ou revanches: os possíveis destinos de José Aldo
Comentários Comente

UOL Esporte

Confirmado o nocaute de José Aldo sobre o Zumbi Coreano no quarto round da luta principal do UFC Rio 4, os caminhos do campeão dos penas já começam a ser traçados, depois que ele se recuperar de uma grave lesão que sofreu no pé durante esse combate. Dentre as possibilidades, o brasileiro pode até mesmo subir para os leves e finalmente acabar com seu sofrimento para cortar peso.

Veja as principais chances:

Ben Henderson - A disputa do cinturão dos leves seria o cenário ideal para o amazonense. Apesar de não fazer grandes manifestos publicamente, José Aldo tem grande interesse em conquistar o título da categoria de cima. Resta esperar pelo combate de Henderson contra Anthony Pettis no dia 31 de agosto para saber se a superluta de campeões pode realmente acontecer.

Anthony Pettis – Se não conseguir faturar o cinturão dos leves, Pettis provavelmente descerá de categoria como havia prometido no começo do ano. Vale lembrar que o americano seria o adversário de José Aldo no UFC Rio 4 e só não compareceu por conta de uma lesão. O aguardado confronto entre os dois também poderia acontecer com a disputa do cinturão dos leves dependendo do resultado da luta do americano contra Henderson. Poderia até ser, quem sabe, uma oportunidade até de uma superluta valendo os cinturões.


Ricardo Lamas – É a opção mais provável dentro dos pesos penas. Em sua última aparição, em janeiro, Lamas dominou o canadense Erik Koch com autoridade e conquistou o nocaute no segundo assalto. Com o triunfo, ele subiu para a segunda posição do ranking do UFC, atrás somente de Chad Mendes, que já foi derrotado por José Aldo no ano passado.

Chad Mendes e Cub Swanson – O primeiro seria o cenário com menor probabilidade de acontecer. Apesar de ser o número 1 do ranking, Mendes teve sua chance no ano passado, quando acabou nocauteado pelo campeão no fim do primeiro round em um dos momentos mais marcantes da história do Ultimate graças à comemoração de Aldo no meio da torcida do Rio. Já Swanson é o quarto do ranking, vem de cinco vitória seguidas, mas perdeu em 8 segundos (!!!) para José Aldo com uma joelhada voadora dupla em 2008, no WEC.

Por Jorge Corrêa, Maurício Dehò, Rodrigo Farah e Vinicius Castro


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>