PUBLICIDADE
Topo

Campeões do Strikeforce entram na rota de brasileiros no UFC; conheça o rival de Belfort

Jorge Corrêa

14/02/2013 11h00

Post com o parceiro Maurício Dehò

Quando o Strikeforce foi comprado pela empresa dona do UFC, era esperado que o maior evento de MMA do mundo fosse anexar o concorrente. Isso aconteceu em janeiro desse ano e agora os lutadores do extinto show começam a figurar no UFC. Mas quem realmente vai agitar a franquia-mãe são os campeões do Strikeforce.

>> Facebook: FB.com/NaGradedoMMA
>> Notícias sobre lutas no UOL Esporte
>> Blog no Twitter: @NaGradedoMMA

Eles ainda não estrearam no UFC, mas já estão no caminho de importantes brasileiros. Vou apresentar nesse post os cinco donos de cinturões do Strikeforce que vão figurar no octógono nos próximos meses e quem eles vão – ou podem – enfrentar.

Luke Rockhold

Luke Rockhold – Não é o mais famoso, mas é quem está mais no foco nesse momento. Tudo porque ele é o dono do cinturão dos médios do Strikeforce, mesma categoria de Anderson Silva no UFC, e será o próximo rival de Vitor Belfort. Quem vencer, disputa o título até 84 kg do Ultimate. Aos 28 anos e com apenas uma derrota como profissional, fez quase toda sua carreira no Strikeforce. São nove lutas no evento, onde ficou invicto. Conquistou seu cinturão em 2011, ao vencer o brasileiro Ronaldo Jacaré, e depois o defendeu contra Keith Jardine e Tim Kennedy. Está sem lutar desde julho do ano passado por conta de uma lesão.

Tarec Saffiedine – Belga de ascendência libanesa, ele tem um bom currículo para um lutador de apenas 26 anos. Já são 17 lutas profissionais com 14 vitórias. Depois de começar a carreira em torneios pequenos na Europa, passou pelo Dream, no Japão, antes de chegar ao Strikeforce. Com apenas uma derrota na franquia, foi o último campeão dela. Vindo de três vitórias, surpreendeu com chutes baixos o experiente Nate Marquardt no evento final do Strikeforce e ficou com o cinturão dos meio-médios. Deve primeiro rival no UFC deve ser Demian Maia. Pelo menos essa é a vontade do paulista, que está pedindo a luta.

Daniel Comier

Daniel Comier – Ele não foi exatamente o campeão dos pesados do Strikeforce. Mas ele conquistou o GP dos Pesados ao vencer o veterano Josh Barnett na decisão. Em sua última luta na antiga franquia, nocauteou Dion Staring em combate que não valia seu cinturão, mas ele lhe trará um enorme peso ao seu invicto histórico como lutador profissional de MMA. Astro do wrestling no EUA, fará sua estreia no UFC contra o experiente ex-campeão Frank Mir, também em abril.

Gilbert Melendez – Por muitos anos considerado o melhor peso leve do mundo, ele finalmente terá sua chance de lutar pelo UFC. Entre idas e vindas, ele foi campeão dos leves do Strikeforce desde junho de 2006 e defendeu o título pela última vez em maio de 2012. Depois, enfrentou uma série de lesões e não lutou mais pela extinta franquia. Agora, fará sua estreia no Ultimate já disputando o cinturão da categoria contra Benson Henderson, em abril.

Ronda Rousey – Será a primeira a estrear no UFC e já como campeã do Ultimate. Ela não precisou fazer uma unificação ou uma disputa de título. Já chegou à nova casa com status de estrela e fará a luta principal do UFC 157, no dia 23 de fevereiro, contra Liz Carmouche. Não tem muito que falar de novo sobre ela. Ronda já está no foco há um bom tempo. A musa chega com o cartel de seis lutas profissionais e seis finalizações por chave de braço, todas no primeiro round. É a razão para o UFC ter uma categoria feminina nesse momento.

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com

Blog Na Grade do MMA