Topo
Na Grade do MMA

Na Grade do MMA

Cabelo atrapalha campeão, e time joga toalha durante surra: UFC on FOX 7 em 9 detalhes

Jorge Corrêa

22/04/2013 06h01



Post com o parceiro Renan Prates

Que o UFC on FOX 7 foi o melhor evento da franquia neste ano todo mundo já sabe. Assim como que o card igualou o recorde de nocautes em um mesmo show e que Benson Henderson, depois de manter o cinturão dos leves, pediu sua namorada em casamento. Vamos além então.

Separei nesse post algumas histórias rápidas sobre o evento do último sábado, que aconteceu na cidade californiana de San Jose. Alguns detalhes que apenas os mais atentos podem ter pego ou então que aconteceram nos bastidores. Um bom encerramento para um bom UFC.

Cabelo atrapalhando Benson Henderson: É inacreditável que depois de tantos anos lutando com aquele enorme cabelo o campeão dos leves do UFC ainda não tenha encontrado uma maneira eficiente de prendê-lo para lutar. Era nítido que as madeixas do norte-americano estavam o atrapalhando e que Gilbert Melendez tentou se aproveitar algumas vezes das ocasiões em que Bendo arrumava o cabelo. Fica a lição para um próximo combate.

Números mostram que vitória de Bendo não foi tão apertada: Muita gente – incluindo o blogueiro que vos escreve – deu vitória para o desafiante Gilbert Melendez na disputa do cinturão. A maioria achou que Melendez levou o 1º, o 2º e o 5º round. Mas os números mostram que a vitória de Bendo foi um pouco mais nítida. Ele foi mais eficiente em todos os rounds e acertou muito mais golpes significativos (68 x 43) que Gilbert, de acordo com o site Fightmetrics.

Time de Nate Diaz jogou a toalha antes de nocaute: Um fato raro marcou a vitória de Josh Thomson. Poucos segundos antes de o árbitro encerrar a luta por conta da surra que o vencedor estava dando no ground and pound, o córner de Nate Diaz jogou uma toalha dentro do octótono, gesto clássico herdado do boxe para quando um time quer encerrar um combate. A última vez que isso tinha acontecido foi no UFC 39, em 2002, quando Tim Sylvia venceu Wesley Correira.

UFC 4 x 4 Strikeforce: Esse card foi o primeiro grande evento entre estrelas do UFC e astros do Strikeforce desde que ele foi anexado pelo Ultimate. Eram oito lutas feitas dessa maneira e o resultado foi um belo empate. Venceram pelo UFC Benson Henderson, Francis Carmont, Anthony Njokuani e Matt Brown. Já os vitoriosos vindos do Strikeforce foram Daniel Comier, Josh Thomson, Jorge Masvidal e Yoel Romero.

Três vitórias de uma mesma equipe: Assim como a Nova União do Rio de Janeiro, a Team Alpha Male é uma equipe dos Estados Unidos especializada em lutadores das categorias mais leves. Apesar de ainda não ter títulos importantes – diferentemente da rival carioca – a equipe mostrou sua força com três vitórias no UFC on FOX 7: T.J. Dillashaw, Joseph Benavidez e Chad Mendes. Isso pode já ser resultado da chegada de Duane Ludwig como técnico principal do time.

A barba bizarra do árbitro: Ele não é dos árbitros mais famosos no mundo do MMA, mas sempre que aparece, chama muita atenção. Mike Beltran era figurinha carimbada no Strikeforce e agora pintou no UFC com a ida do evento para a Califórnia. Mas qual o motivo de tanto sucesso? Sua enorme barba (ou seria bigode?). Dessa vez, ele fez até tranças, que iam até metade do torax. Em alguns momentos, parecia que a barba até atrapalharia Mike Beltran. Estranho.

Dois prêmios de nocaute da noite: Em um evento com oito nocautes, nada mais justo que dar mais de um prêmio de KO da noite. Como não tivemos nenhuma finalização, foi isso o que aconteceu. Levaram para casa um bônus de US$ 50 mil cada Josh Thomson, pelo atropelo sobre Nate Diaz, e o cubano Yoel Romero, que brilhou com uma joelhada voadora sobre Clifford Starks.

Bendo e Mir os mais bem pagos: Mesmo com a derrota por pontos para Daniel Comier, Frank Mir levou o maior salário do evento, com uma bolsa de US$ 200 mil. Foi o mesmo valor recebido pelo campeão Benson Henderson, mas no caso dele foi US$ 100 mil de bolsa e mais US$ 100 mil de bônus pela vitória.

Próximo desafiante pelo cinturão dos leves: Para quem esperava uma revanche entre Bendo e Melendez depois de uma luta tão parelha, Dana White já destruiu essa ideia. O presidente avisou que o próximo desafiante pelo cinturão dos leves sairá da luta entre Gray Maynard – que já disputou o título duas vezes – e TJ Grant, principal contender da categoria nesse momento.

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com