! Anderson projeta volta às origens e cita Capitão Nascimento - 22/07/2013 - UOL Esporte

Na Grade do MMA

Anderson projeta volta às origens e cita Capitão Nascimento

UOL Esporte

22/07/2013 08h19

Por Maurício Dehò

Não tem jeito, Anderson Silva terá de ficar explicando até dezembro, mês da revanche, tudo o que ocorreu no octógono do UFC 162, quando foi nocauteado por Chris Weidman. Mas, apesar de ficar revisitando sua primeira derrota na organização, o Spider já tem olhado para frente. Analisar o que passou, tirar lições e trabalhar para corrigir os erros. Em duas entrevistas neste domingo, uma para Marília Gabriela e a outra à rádio Beat 98 FM, ele falou sobre isso.

No “De Frente com Gabi”, Anderson revelou que ficou quatro dias sem dormir, que reviu a luta por diversas vezes: “fiquei mal”. Ele voltou a citar o erro técnico de não dar um passo atrás para ajudar em sua esquiva, no momento em que uma esquerda de Weidman o pegou direto no queixo. Agora, a hora é de mudanças.

“Já estou mudando muita coisa para a revanche. Estou resgatando coisas que deixamos de lado – treinando mais boxe tailandês, jiu-jítsu, wrestling. Estou buscando voltar às origens”, afirmou o ex-campeão dos médios, recordista de defesas de cinturão no Ultimate.


Gabi ainda questionou se o resultado adverso, com as provocações exageradas, gerou alguma bronca do presidente do Ultimate. “Não levei dura do Dana White, não. Temos nossos momentos de arranca rabo, mas ele é um paizão pra todos nós. Ele falou ‘olha, quando quiser parar você vai parar. mas não é isso que você quer agora. se fosse a gente ia saber”, contou ele.

Anderson ainda citou a rivalidade com Vitor Belfort e afirmou que vê o compatriota “frustrado” em não ter uma chance pelo cinturão. “Quando um brasileiro luta, eu sou 100% Brasil. Partindo dele, é natural, já que ele busca ser campeão na mesma categoria que eu. Talvez ele se sinta um pouco frustrado. Prefiro pensar que ele achava que eu ganharia e se sentiu decepcionado, como todos os brasileiros”, comentou o Spider.

Quem vencerá a revanche entre Anderson Silva e Chris Weidman?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Capitão Nascimento, sempre ele

Anderson Silva gosta de citar frases de Capitão Nascimento, protagonista de “Tropa de Elite”. Foi assim no UFC Rio 1, quando venceu Yushin Okami e disse: “nunca serão, jamais serão”. E agora o personagem vira motivação para o lutador tentar esta prometida volta às origens.

No programa “Mundo da Luta”, da radio carioca Beat 98 FM, o lutador brincou: “Vou imortalizar mais uma frase do Capitão Nascimento: ‘Eu caí, mas caí pra cima!’.

Ele também comentou que o contrato do UFC 162 previa revanche em caso de vitória ou derrota. “No contrato tinha que quem ganhasse iria dar a revanche ao outro, então haveria a luta. Se isso não estivesse no contrato eu daria um tempo maior, descansaria e refletiria sobre as artes marciais, sobre o treinamento e a filosofia da arte marcial, que eu sempre tive.”

Anderson e Chris Weidman voltam a se enfrentar no Hotel MGM Grand, em Las Vegas, no dia 28 de dezembro, pelo UFC 168. A noitada ainda terá a disputa de cinturão feminino, entre a campeã Ronda Rousey e Miesha Tate, também uma revanche.

Veja mais algumas frases interessantes do Spider no “De Frente com Gabi”:

“Caiu a ficha rápido, dois dias depois as coisas começaram a ficar mais claras.”

“Começa a ficar cansativo. Não os treinos, as lutas, mas a atmosfera. As pessoas acham que podem cobrar, e insistem que eu tenho que ganhar sem parar.”

“Não fiquei triste com os comentários sobre a derrota e sim sobre a luta ser arranjada.”

“Acredito que a atmosfera de antes me atrapalhou um pouco. Não é desculpa, errei e tenho que assumir meu erro.”

“Eu sempre tenho medo de entrar ali. A gente vê muitas coisas nos treinos, bobas, colegas que acabam se machucando.”

“O Ronaldo me ajudou muito, falando comigo: ‘fica calmo, aconteceu, foi bom pra ver onde errou e tal’.”

Foto: Carol Soares/SBT/Divulgação

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Topo