Topo
Na Grade do MMA

Na Grade do MMA

Metaleiro, lutador do UFC inspira música de banda com ex-Angra; ouça

Maurício Dehò

23/06/2015 11h49

Banda de metal com ex-Angra cria música para lutador do UFC

No último mês de abril, Viscardi Andrade era um dos milhares reunidos para assistir ao Monsters of Rock, festival de heavy metal realizado em São Paulo, relembrando uma adolescência que teve a música pesada como trilha sonora. Agora, o ex-TUF tem uma música só para ele, um som criado para suas entradas no octógono do UFC. De quebra, foi uma banda com ídolos do seu passado quem lhe presenteou.

Viscardi foi a inspiração para a nova faixa, “Monster”, do About 2 Crash, grupo recém-formado que conta com dois ex-músicos do Angra – segunda maior banda do país, atrás só do Sepultura -, o baixista e hoje professor de muay thai Luis Mariutti e o baterista Aquiles Priester. Sua luta e a estreia do som – com um trecho em primeira mão aqui no blog – seria no UFC Miami, neste sábado, mas problemas de visto de entrada nos EUA atingiram diversos lutadores e ele teve seu retorno adiado.

Luis Mariutti (e), Vinícius Neves, Viscardi e Theo Vieira posam na academia

Luis Mariutti (e), Vinícius Neves, Viscardi e Theo Vieira posam na academia

A parceria entre Viscardi e About 2 Crash veio da paixão em comum pelos dois mundos, da luta e do metal. O grupo já tinha vontade de se dirigir ao público fã de MMA e encontrou em Viscardi o lutador que curtiria a proposta e que levaria a música para o UFC.

“Já estávamos pensando em trabalhar com esse público, tem tudo a ver o estilo agressivo da luta com o som”, explica Vinicius Neves, vocalista e DJ na banda, e praticante de muay thai. “Por coincidência, comecei a treinar na academia do Viscardi. Numa reunião da banda, pensamos em fazer um som para um lutador. Lá, eu o conheci, ele soube que eu apresentava um programa de TV sobre metal e descobri que ele pira em som pesado. A partir daí, batemos um papo e ele nos contou o que pensa e sente na hora que vai entrar no octógono, os medos, as ansiedades. E nós criamos a música em cima disso.”

Viscardi, que entraria com “NIB”, do Black Sabbath, conta que ficou empolgado com a ideia. “Está sendo muito fera, sou fãzaço dos caras, acompanho o Angra, desde moleque. Me amarrei. Eles são fãs, mas não conhecem a vida do lutador, o que passa na cabeça. Então, conversamos bastante, e a letra ficou irada. Fala de quando não sentimos dor, de que naquela hora sou só eu e o rival… Ficou meio como um filme”, explicou o fã de Sabbath, Iron Maiden, Judas Priest e System of a Down.

A preocupação da banda foi em fazer do zero um material que combinasse exatamente com o clima de entrada no octógono. Das letras à música em si, tudo foi feito para passar a mensagem proposta em menos de dois minutos, que é o tempo até o lutador entrar para o combate.

“A música foi feita pro negócio, inclusive o tempo, a chegada no refrão, para que seja certinho da saída do vestiário à entrada”, contou Luís Mariutti – também conhecido pelo apelido de Jesus, que ganhou no Rockgol, da MTV. Ele estava sem grandes projetos e entrou há poucos meses para a banda, que fará seu primeiro show direto no Rock in Rio.

“O About 2 Crash tem um estilo que casou com o que eu gostaria de tocar, com momentos de agressividade e outros mais lentos, mas intensos, sempre com pegada. E dá para comparar com a luta mesmo, que é assim”, destacou. Além de Luis, Vinícius e o baterista Aquiles Priester, a banda conta com os guitarristas Bill Hudson (Circle II Circle, Jon Oliva, Zak Stevens) e Anderson Carlos e o vocalista Theo Vieira.

Escute “Liar'', de About 2 Crash

Frustração com luta cancelada

Viscardi não tinha só uma música de entrada como motivação para lutar em Miami. O combate era seu retorno após mais de um ano parado. Ele sofreu uma fratura semelhante à de Anderson em um treino. Quebrou tíbia e fíbula durante um movimento durante treino em que caiu sobre a perna, que se dobrou em três partes. Precisou operar, colocar uma haste intramedular e a recuperação foi lenta.

O cancelamento do combate veio só após o último treino forte, frustrando o brasileiro. “Foram 3 meses exaustivos de treino para retomar toda a confiança e ritmo para poder chegar na minha melhor forma. É frustrante, espero poder voltar em breve”, disse ele.

Veja a letra de “Monster'':about2crash

This is my time
This is my ride
One shot
One chance in a lifetime

Bodies tasting
Really craving
I won’t feel the pain
I won’t feel the pain

You’ve gotta wake up
Man, this is your call
You’ve gotta wake up
I’m taking it all

Cause when the crowd goes loud
You’ll hear me coming
When the lights come down
You’ll miss me hitting like a bomb

– Refrão –
Fury and pain
Fury and pain
You know that’s the game
I’m awake
It’s where i can be the only one
I feel like a monster

This is my pride
This is my sign
Now we’re face to face and you just can’t hide
This is my crime
This is my life
Gotta face the pain for this one last time

So strong
This is not a game to play
So close
This is not a game to play
Alone
This is not a game to play
I just can’t hold it back no more

– Refrão –

I will never break, never shake, you fuck
I will never bend, never fake, you suck
No one knows but deep inside of me
There’s no fear at all

I will never break, never shake, you fuck
I will never bend, never fake, you suck
There’s no way to surrender
Show me what you’ve got right now

Face the pain, just face the pain
Bring it on right now

I can take it, bring it on me
Show me bring it to me now
I can take it, bring it on me
Bring it to me now

– Refrão –

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com