PUBLICIDADE
Topo

Na Grade do MMA

Top 5: Os maiores artistas da finalização no UFC

Maurício Dehò

06/05/2015 17h00

Dando continuidade à série de "top 5" no blog, que começamos na semana passada listando os 5 lutadores com as mãos mais pesadas do UFC, desta vez é hora de falar dos finalizadores mais casca grossas da organização.

Se o jiu-jítsu foi a primeira arte marcial "suprema" do Ultimate, com Royce Gracie, são poucos os lutadores que tem como característica a arte de finalizar. E estamos falando não só de encaixar mata-leões, mas de ter um cardápio variado e de saber se adaptar e surpreender um adversário com movimentos variados na arte suave.

Para se ter uma ideia, ninguém chegou ao recorde de Royce até hoje, com 11 vitórias por finalização no Ultimate. E, se você imagina que só brasileiros dominam a luta incrementada pela família Gracie, ledo engano. Vamos aos nomes e dê sua lista lá embaixo nos comentários:

Menções honrosas:
Rodrigo Minotauro, Joe Lauzon, Frank Mir, Fabrício Werdum e Nate Diaz.

5. Jon Jones
Há diversos nomes que podiam entrar nessa lista – por isso as menções honrosas acima -, mas ter Jon Jones é algo conceitual. Explicando: em um tempo em que faixas pretas são distribuídas em enorme número e nem sempre com merecimento completo, observar o que Jones já fez mesmo sendo apenas um faixa branca em jiu-jítsu é impressionante. Das suas 15 vitórias no UFC, cinco foram por finalização, e com desfechos variados. Do mata-leão em Rampage à americana em Vitor Belfort, o norte-americano se destacou mesmo foi com a guilhotina invertida que APAGOU Lyoto Machida ainda em pé.

4. Demian Maia
Poucos lutadores são tão ligados à imagem do jiu-jítsu quanto Demian Maia. E não teria como não ser: ele venceu cinco lutas seguidas em seu início no UFC, ganhando quatro prêmios de melhor finalização da noite. Tudo bem que depois disso a arte suave do paulista deixou de funcionar tão bem. Mas, recentemente, Demian adicionou uma dose extra de wrestling à sua preparação, voltando a botar pressão no seu jiu-jítsu e mostrando que seu talento para fazer rivais baterem nunca sumiu.

3. Ronaldo Jacaré
Jacaré fez um caminho comum no mundo do MMA – por sinal, como o de Demian. Um ás do jiu-jítsu que busca um novo caminho, com mais repercussão e dinheiro, e vai parar no MMA. Quem não se adapta nesta transição, dificilmente tem sucesso. E o manauara soube virar um atleta completo, inclusive com bons nocautes no cartel. Mas o carro-chefe segue sendo a arte suave. São cinco vitórias no UFC, com três finalizações. Chris Camozzi foi pego por duas delas, incluindo a rápida chave de braço no mês passado, em 2min33s. Gegard Mousasi também teve de bater, ao se ver aprisionado em uma guilhotina. Katagatame, mata-leão e triângulos também estão no repertório de Jacaré, em vitórias conquistadas antes de seus dias de UFC.

2. Ronda Rousey
A campeã peso galo do UFC fez fama ao vencer de uma única forma: finalização no 1º round, via chave de braço. Foi assim que acabaram suas primeiras oito lutas e assim também que ela bateu sua mais recente rival, Cat Zingano, triunfando em apenas 14 segundos. O segredo de Ronda é ter treinado desde menina o movimento – ela diz que sua mãe a atacava em sua casa a qualquer instante, aplicando chaves de braço e ela tinha de se defender. O fato de Ronda ser unidimensional em suas finalizações faz seu posto na lista poder ser questionável. Mas o fato de ninguém ter conseguido um antídoto contra a campeã justifica sua fama e seu posto entre os melhores no quesito.


1. Charles do Bronx
O paulista do Guarujá ainda tem um rótulo de "eterna revelação" que precisa se confirmar. Mas, no quesito finalizações, poucos caras são tão criativos quanto ele. São 6 vitórias assim no UFC, e quase sempre com um toque de genialidade raro na transição do jiu-jítsu puro para o voltado ao MMA. Efrain Escudero levou um mata-leão em pé. Eric Wisely foi pego com uma raríssima chave de panturrilha. E Hatsu Hioki caiu em uma "anaconda choke" (triângulo de mão, em português). Apesar das derrotas para nomes expressivos, Charles segue como um perigo para os rivais: caiu no chão com ele, é certeza de estar em apuros.

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com

Blog Na Grade do MMA