Na Grade do MMA

Título inédito pode transformar Dos Anjos no mais completo do Brasil no MMA

UOL Esporte

09/06/2018 04h00

Bruce Fedyck-USA TODAY Sports

Perseverança, dedicação e superação. Cada lutador possui sua própria história e muitos a escrevem apenas com vitórias. Já Rafael Dos Anjos teve de ser derrotado nove vezes na carreira antes de chegar às 28 vitórias que o colocam próximo de construir um dos capítulos mais importantes da história do MMA brasileiro neste sábado (9).

Caso vença Colby Covington no evento co-principal do UFC 225, em Chicago, Rafael dos Anjos não apenas será o primeiro brasileiro a conquistar um cinturão, mesmo que interino, dos meio-médios, como também vai ser o único lutador do país sul-americano a ser campeão de duas categorias diferentes do UFC desde que a organização separou seus atletas por pesos.

Campeão dos pesos leves entre março de 2015 e julho de 2016, Rafael pode ser o quinto lutador do UFC a alcançar o feito. Além de BJ Penn, que também conquistou os títulos dos leves e dos meio-médios, Conor McGregor (penas e leves), Georges St-Pierre (meio-médios e médios) e Randy Couture (meio-pesados e pesados) também já levaram dois cinturões de categorias diferentes da organização.

Vitor Belfort foi o lutador que chegou mais próximo de entrar na história do UFC com dois cinturões. O ex-campeão dos meio-pesados em 2004 até ganhou um torneio dos pesados no UFC 12, em 1997, mas a vitória sobre Scott Ferrozzo não deu ao ‘Fenômeno’ o cinturão da categoria, que foi disputado na mesma noite e vencido por Mark Coleman sobre Dan Severn.

Belfort quase conseguiu dois cinturões da categoria, mas os nocautes sofridos contra Anderson Silva e Chris Weidman o impediram de conquistar o título dos médios. Ex-campeão dos meio-pesados, Lyoto Machida também tentou, mas sua derrota também para Weidman deixou o Brasil mais uma vez no quase.

Se Belfort e Machida pecaram pelas brechas apresentadas em seus jogos de queda, Rafael é um sinônimo de versatilidade no octógono.

Faixa preta de jiu-jítsu de Roberto “Gordo” Correa, o brasileiro quase foi demitido do UFC em duas ocasiões. Apesar do jogo afiado na arte suave, tido como um dos melhores da categoria à época, RDA sofreu diversas derrotas para adversários com um jogo mais versátil e de pressão, como Clay Guida, Jeremy Stephens e Khabib Nurmagomedov.

Perseverante, o brasileiro foi atrás de Rafael Cordeiro, que desenvolveu o seu muay thai na Kings MMA. O aperfeiçoamento na trocação fez com que Dos Anjos nocauteasse Donald Cerrone, Benson Henderson e vencesse Nate Diaz e Anthony Pettis por decisão de forma dominante. E foi justamente contra ‘Showtime’ que o brasileiro chegou ao título dos leves.

Depois de defender o cinturão contra Cerrone, o lutador deixou a categoria em 2016, após perder o título para Eddie Alvarez, ser derrotado por Tony Ferguson, e sofrer problemas físico durante o processo de corte de peso.

Em 2017, o brasileiro mudou de categoria e chegou à disputa do título após três vitórias dominantes. Após bater em Tarek Saffiedine e finalizar Neil Magny, o lutador se colocou como um dos postulantes ao título de vez ao derrotar o ex-campeão Robbie Lawler de maneira dominante.

Ágil, resistente, trocador e finalizador, Rafael dos Anjos é inegavelmente um dos lutadores mais completos do UFC. Questionado sobre sua versatilidade nos octógonos, o brasileiro vê outro campeão de duas categorias como o lutador mais completo do MMA.

“Não, não me consigo ver assim (como o mais versátil). Tem muitos lutadores bons. Eu faço meu trabalho, tento sempre fazer o mais difícil. Por isso eu vou melhorando. Acho que o Georges St-Pierre é o mais completo de todos”, disse em entrevista ao UOL Esporte.

Poucos atletas construíram uma história de tanta superação e versatilidade como Dos Anjos. Além de conquistar um inédito segundo cinturão, Rafael certamente se colocará como o lutador mais completo da história do MMA brasileiro caso seja campeão interino dos meio-médios.

Ao todo, Rafael nocauteou em cinco ocasiões, finalizou em nove e ganhou 14 duelos por decisão. Enquanto Anderson Silva, Vitor Belfort, Junior dos Santos, José Aldo e Lyoto Machida conquistaram seus cinturões mostrando um excelente nível de trocação, Fabricio Werdum, Royce Gracie e Rodrigo Minotauro chegaram ao topo de suas categorias mostrando o melhor do jiu-jítsu desenvolvido no Brasil. Entretanto, nenhum deles mostrou a mesma versatilidade de Dos Anjos nos octógonos do UFC.

Vanderson Pimentel
Do UOL, em São Paulo

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Na Grade do MMA
Topo