PUBLICIDADE
Topo

Na Grade do MMA

Top 5: Belfort está na lista dos melhores chutadores do UFC

Maurício Dehò

20/05/2015 12h00

Os melhores nocautes com chute na cabeça da história do UFC

Damos continuidade à série "top 5" no blog. Já passamos pelos 5 lutadores com as mãos mais pesadas do UFC, passamos pelos 5 maiores artistas da finalização e os cards mais bombásticos da organização. Agora que o UFC 187 está chegando, é hora de eleger o quinteto que tem as pernadas mais certeiras da atualidade.

Os chutes são responsáveis por alguns dos nocautes mais plásticos do MMA, seja de discípulos do taekwondo, muay thai, kickboxing ou até da capoeira.

E pode ser que o card de disputa dupla de cinturão neste fim de semana tenha alguma surpresa nesta linha. Afinal, um dos donos das pernadas mais potentes do momento, Vitor Belfort, vai tentar seu quarto nocaute consecutivo. Os três anteriores foram com chutes, mostrando que ele não manda bem só no boxe – um dos carros-chefe da sua carreira.

Mas, sem mais enrolações, vamos à lista. Como sempre, aguardamos o seu top 5 nos comentários.

Menções honrosas: José Aldo e seus chutes baixos que arrasam pernas, Donald Cerrone, Uriah Hall, Renan Barão, Jon Jones e seus golpes no joelho…

5. Anthony Pettis
Ex-campeão dos leves, o "Showtime" ganhou seu apelido depois de mostrar toda a sua criatividade e habilidade para chutar. (Como todos sabem) o norte-americano derrubou Ben Henderson com uma pernada voadora, em que o detalhe especial foi o impulso que ele tomou na grade. A luta aconteceu no WEC e terminou por pontos. Pettis sempre foi um dos nomes mais versáteis da categoria leve e também bateu com seus pés Joe Lauzon e o ótimo chutador Donald Cerrone

4. Vitor Belfort
O cartel de Belfort não mente: já passados os 35 anos, o veterano achou espaço para se reinventar e trocou os nocautes com socos pelos com chute. Em três lutas, foram dois golpes rodados, em Michael Bisping e Luke Rockhold, e um chute alto brutal que nocauteou Dan Henderson. Influenciado por gente como Cezar Mutante – e sua capoeira – e o técnico holandês Henri Hooft, Belfort não tem a plasticidade de um Edson Barboza, mas aprendeu como poucos o que os pés podem fazer dentro do octógono.

3. Mirko "Cro Cop" Filipovic
O croata é, talvez, o chutador mais famoso do MMA. Tudo por conta da tradição de chutes altos, direto na cabeça dos oponentes, que vitimou vários dos seus rivais, desde os tempos de Pride. Cro Cop, que começou a lutar no taekwondo e caratê tornou famosa a frase: perna direita, hospital; perna esqueda, cemitério. Mas também chegou a ser vítima de sua arma, contra o brasileiro Gabriel Napão. Ainda assim, este é seu principal golpe, aos 40 anos. Foi com ele que bateu o japonês Satoshi Ishii, em dezembro, dando sequência a uma lista de pelo menos dez lutas decididas pelas suas pernas.

2. Anderson Silva

Nocaute de Anderson sobre Belfort - aqui em arte de André Gorobetz - é um dos mais importantes da história do UFC

Nocaute sobre Belfort – aqui em arte de André Gorobetz – é um dos mais importantes da história do UFC

Falar sobre a técnica de Anderson Silva é chover no molhado. Para exemplificar bem o quanto seus chutes foram importantes no UFC, basta notar que sua ponteira no queixo de Vitor Belfort, no UFC 126, foi o estopim para a explosão do MMA no Brasil, transformando o esporte em uma febre. Com seus anos treinando muay thai e taekwondo, Anderson se tornou um dos atletas mais qualificados na área dos chutes. Desde a estreia no UFC, contra Chris Leben, ele sempre usou as pernas tanto para nocautear quanto para abrir espaço para vencer de outras formas.

1. Edson Barboza
Edson Barboza pode não ter chegado ao top 5 do UFC, ou a uma disputa de título, mas o que seus chutes causaram – e causam – mostra que ele é um talento à parte neste quesito. Tudo começou bem antes de seu golpe mais famoso. Edson foi um talentoso lutador de muay thai antes do MMA, com 25 vitórias em 28 lutas, sendo 22 nocautes. No MMA, sua arma principal apareceu no UFC Rio 2, em 2012. Com um chute rodado digno de cinema, ele apagou Terry Etim e ganhou o prêmio de nocaute do ano. E não é só. Edson é criativo, versátil e não aposta só na plástica dos movimentos. Como Aldo, ele sabe usar chutes baixos para arrasar seus rivais, tendo conseguido nocautes técnicos desta forma e um triunfo sobre Evan Dunham com um chute no corpo. Ainda falta um pouco para Edson, mas ele é daquele tipo de lutador que dá gosto de ver no octógono.

Sobre o blog

Saiba o que acontece dentro e fora do octógono, relembre as grandes histórias e lutas que fizeram o vale-tudo se tornar o MMA. Aqui também será o espaço para entrevistas, análises, debates, polêmicas e tudo que faz do MMA o esporte que mais cresce no mundo.
Contato: nagradedomma@gmail.com

Blog Na Grade do MMA